Jorge Pina

Jorge Pina
Atleta e Ex-boxeur

Jorge Pina, desportista, nascido em Portimão, filho de pais Cabo Verdianos, uma força da natureza sempre ligado ao desporto foi no boxe que descobriu a sua vocação. No decorrer da conquista de diversos títulos, perdeu a sua visão. Com a sua incrível força de vontade, ele não baixou os braços, atualmente pratica atletismo e trabalha como personal trainer, e fundador da Associação Jorge Pina Desporto com Valor de Igualdade.

Nascido em Portimão a 11 de janeiro de 1976. Filho de pais Cabo Verdianos (provenientes da ilha do Fogo), ex-emigrantes em Angola. É o quinto filho de sete irmãos.

Optou pelo boxe após ter passado por outras modalidades, como rugby, judo e futebol. Foi no futebol que descobriu que tinha mais jeito com as mãos do que com os pés. Depois de ingressar no boxe, passou por vários clubes de Lisboa, mas foi no Sporting Clube de Portugal que se tornou uma referência do pugilismo nacional conquistando diversos títulos, nomeadamente o de campeão nacional durante vários anos.  A profissionalização e a carreira internacional levam-no a preparar-se para a conquista do título de Campeão Mundial, nunca alcançado pela fatalidade de ter perdido a visão. Esta adversidade obriga-o a reformular a sua vida e a deixar de ser pugilista. Contudo, a sua força interior não é abalada e é reforçada por uma resiliência invulgar. Durante anos foi, e continua a ser, uma das maiores referências do boxe português.

Profissionalmente trabalha como personal trainer, mas em paralelo desenvolve a carreira de atleta paralímpico e apoia jovens nas suas escolhas e opções de vida.

Inicia-se no Atletismo em 2006, modalidade que abraça com paixão, tendo participado nos Jogos Paralímpicos de Pequim em 2008, nos de Londres em 2012 e do Rio de Janeiro em 2016.

Apesar de ter perdido 90% da visão, fez questão de manter-se ligado ao boxe através do ensino desta modalidade desportiva, e fundou, em 2011, a Associação Jorge Pina, onde aplica o seu conhecimento e entusiasmo pela vida junto de jovens que querem superar-se, e nele podem encontrar apoio moral, mas sobretudo um modelo de vida inspirador.

Como resultado da atividade da AJP, e da parceria desenvolvida com a Rexona é hoje uma realidade o projeto da 1ª Escola de Atletismo Adaptado, que iniciou a sua atividade no primeiro trimestre do ano letivo 2014/2015.

Em 2013 foi convidado pelo Plano Nacional de Ética no Desporto para ser Embaixador para a Ética no Desporto.

Tendo em conta toda a atividade que desenvolve enquanto atleta e mentor da Associação com seu nome foi galardoado com o prémio Local Hero atribuído pela União Europeia na Cerimónia Oficial da Semana Europeia do Desporto 2017 em Marselha. O prémio, que pela primeira vez distinguiu um português, visa reconhecer um indivíduo que trabalha consistentemente para a promoção do desporto e da atividade física na sua comunidade.

Mensagem:

Na minha vida passei por várias adversidades, mas sempre as encarei como forma de me superar e de melhorar enquanto pessoa e ser humano. Todos nós quando colocados à prova, conseguimos ir buscar forças onde nós pensávamos não existir, se acreditarmos conseguimos ultrapassar tudo. Em tudo o que faço coloco muita fé e eu acredito que esse é um dos fatores para eu conseguir alcançar os meus sonhos e objetivos.

Esse novo projeto que vocês criaram tem tudo para ter sucesso. Se vocês colocarem fé naquilo que estão a fazer de certeza que vão obter resultados, sobretudo porque o intuito maior é ajudar o próximo. Quando nós fazemos algo pelo próximo, o sentimento de felicidade que isso acarreta é algo inigualável.

Portanto, não desistam dos vossos sonhos, continuem a ajudar pessoas, porque dessa forma também nos ajudamos a nós próprios a ser mais felizes e realizados.

 

Recommended Posts